O Petit Ballet

 

Desde 1981, a academia Petit Ballet, com sede em Curitiba (PR), dedica-se ao ensino do ballet clássico com infra-estrutura ideal à prática e uma equipe de professores especializada.

O curso completo compreende a pré-escola para crianças de 3 a 6 anos e a escola a partir dos 7 anos, com duração de aproximadamente 10 anos. Anualmente, a academia realiza um espetáculo que reúne todos os seus alunos no palco do Teatro Positivo ou no Teatro Guaíra. São montagens de grandes ballets do repertório clássico, como O Lago dos Cisnes, Quebra-Nozes ou Bela Adormecida, e adaptações de histórias infantis ou populares. Todo o contexto das produções é organizado com o objetivo de apresentar espetáculos que aliem beleza e experiência aos participantes e ao público.

 

O Petit Ballet se tornou um grande celeiro de talentos, então, desde 1990, seleciona alunos nas turmas da Escola para desenvolver e estimular os potenciais técnico e artístico.Os grupos são divididos, atualmente, em corpos de baile Júnior, Amador e Semi-Profissional. Ao longo dos anos, bailarinos do Petit Ballet se destacaram em competições nacionais e internacionais, além de terem a oportunidade de participar de cursos em cidades como Nova Iorque e Paris, onde a Escola mantém parcerias.

 

Desta forma, o Petit Ballet proporciona aos seus alunos o contato com o que há de mais moderno e atual no âmbito do ballet clássico. Por outro lado, preserva os princípios educacionais para ser uma referência como centro formador, não apenas de dançarinos, mas também, de cidadãos.

IMG-20210224-WA0003.jpg

Nossos Professores

147856563_10208851686125835_158204253534

Rita de Cássia

Iniciou seus estudos de ballet aos 7 anos de idade no Curso de Danças Clássicas da Fundação Teatro Guaíra onde formou-se em 1971.Foi bailarina profissional e professora deste mesmo Teatro por 12 anos trabalhando com os professores e maîtres Aroldo Moraes, Lorna Kay, Yara de Cunto, Yurik Shabelewski, Hugo Delavalle e Carlos Trincheiras, dançando os grandes ballets de repertório como "Giselle" ao lado de Ana Botafogo.

 

Em 1981 ao lado de seu marido Luiz Roberto dos Santos Correia, fundou sua própria escola,o Petit Ballet onde é diretora,professora e coreógrafa.

 

Fez vários cursos de aperfeiçoamento em Minsk, NYork e Paris na Broadway Dance Center, Steps on Broadway, Manhattan M. of Arts, Institute Janine Stanlowa com David Howard, Diana Cartier, Peter Schabel, Dorit Koppel entre outros.

 

Foi responsável pela vinda de grandes nomes da dança mundial como Paloma Herrera, Angel Corella,Marcelo Gomes,Cory Stearns, Daniil Simkin, Isabella Boylston, todos do American Ballet Theatre de NY e Melanie Hürel e Hervé Courtain da Ópera de Paris para dançar grandes produções com o o Petit Ballet como "O Corsário"em 2008,"Dom Quixote"em 2011 e Gala de Ballet em 2013.

Juliana Silva

Iniciou seus estudos no Petit Ballet em 1994, teve aulas com Rita de Cássia Monte Correia, Luciane Fumagalli e Francine Benthien da Rosa Marques. Formou-se em 2001 e, posteriormente, passou a compor o corpo de baile da Escola.

 

Como bailarina, participou de diversas montagens, como O Quebra Nozes, Copélia, La Bayadère, Dom Quixote, O Ser, Masquerade, A Bela Adormecida e O Corsário. Frequentou cursos na Academia Steps on Broadway, em Nova Iorque (EUA) e com o professor e bailarino Bertrand Barena, da Ópera de Paris, em Curitiba/PR.

 

Participou da Gala de Ballet, do Festival Nacional de Ballet Clássico de Curitiba e teve a honra de dividir o palco com alguns dos melhores bailarinos da atualidade, como Paloma Herrera, Marcelo Gomes, Cory Stearns (atuais primeiros bailarinos do American Ballet Theatre) e Angel Corella (ex primeiro bailarino do American Ballet Theatre), nas montagens de O Corsário e Dom Quixote.

 

Desde 1999 é professora do Petit Ballet, iniciando seu trabalho com o Convênio Escola Anjo da Guarda e posteriormente na própria escola do Petit Ballet.  Formou-se em Direito em 2005 e trabalha no Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, como assessora de Desembargador, dividindo seu tempo entre o mundo jurídico e o ballet. 

Luciane

Formada pelo curso de danças clássicas da fundação Teatro Guaíra, 1986, e em Educação Física pela PUC-PR em 1988. Participou do "Projeto pré - Profissional" do CDC e dançou em ballets como Le Sylphide, Bodas de Aurora, Quebra Nozes, Giselle, entre outros.

 

Teve como Professores, Rita de Cássia Monte Correia, Deborah Tadra, Carla Reinecke, Hugo Dalavalle, Eric Valdo, Tony Abott, Carlos Trincheiras, Jair Moraes entre outros. Fez Cursos de aperfeiçoamento na David Howard Dance Center, na Steps e na Dance Broadway Center de New York, de 1996 a 2014 e no Institute Janine Stanlowa de Paris, em 2007 e 2011. 

 

Compõe o Corpo Docente da Escola desde 1988. Além de ser professora, coreógrafa e ensaiadora, também é responsável pelo convênio na Escola Faz de Conta. É responsável também, pelo Petit Pilates, onde é instrutora formada pela Metacorpus.

Juliana

Iniciou seus estudos em ballet clássico em 1984 em Ponta Grossa. Em 1987, começou a fazer ballet em Curitiba na Escola de Ballet clássico Petit Ballet, onde teve aulas com Rita de Cássia M. C. e Daniela de Rossi. De 1992 até 1996 era membro do Corpo de Baile Pré Profissional. Realizou cursos de aperfeiçoamento no Institut International de Danse Janine Stanlowa, em Paris e The David Howard Foundation e Broadway Dance Center em Nova York. Em 2016 Instrutora da modalidade de Ballet Pilates realizada pelo Instituto de Ensino Audrea Lara.

 

Como estudante e membro do Corpo de escola, participou de diversos repertórios como Paquita, Quebra Nozes, O Corsário, Giselle, La Bayadère, Dom quixote; Masquerade, O Ser, Tzarinas, entre outros( coreografados por Rita de Cassia). Participou também de festivais como o de Joinville e do I ao VI Festival Nacional de Ballet Clássico de Curitiba de 1987 a 1996.

Participou das Galas de Ballet realizadas pela escola com presenças dos bailarinos como, Marcelo Gomes, Paloma Herrera, Angel Corella (ex’s primeiros bailarinos do American Ballet Theatre, ABT) e Cory Stearns, Daniil Simkin e Isabella Boylston (atuais bailarinos do ABT).

 

Professora, coreógrafa e ensaiadora, compôs o corpo docente da escola em 2004 e 2007 como professora de ballet da Escola Anjo da Guarda. A partir de 2010 é professora do Petit Ballet, em 2014 é responsável pelo convênio da Escola Maple Bear. Em 2016 tornou-se sócia - proprietária da sede Juvevê do Petit Ballet.

Luana

Iniciou seus estudos em ballet clássico na cidade de Guararapes/SP, no ano de 2005. Em 2012, já em Araçatuba, ingressou na escola Ana Eliza Antunes, na qual também estudou ballet contemporâneo e dança do ventre. 

E em 2017 se formou em Ballet Classico por esta escola. 
 

Teve aulas de ballet clássico com a Professora Giovana Puoli durante intensivo na escola Anacã (2015) e com a professora Dorit Koppel, na Broadway Dance Center (2017). 
 

Em 2016 entrou na Faculdade de Artes do Paraná e esta cursando o 3°ano de Dança. 
 

Ingressou no Petit Ballet em 2016, onde atualmente também integra o Corpo de Baile da escola. Teve aulas com Rita de Cássia Monte Correa, Juliana Lopes Ferreira e Alexandre Scupinari. 
 

Como bailarina participou de grandes montagens, tais como A Bela Adormecida, O Lago dos Cisnes, La Fille Mal Gardeé, O Corsário e Don Quixote.

Juliane.jpg

Juliane

Como bailarina formou-se no Petit Ballet em 1994. Aperfeiçoou-se fora do Brasil, participando de cursos em NY e em Paris no Institut Internacional de Danse Janine Satanlowa, onde recebeu uma bolsa de estudos com duração de dois anos-1995,1996. Foi bolsista no curso de aperfeiçoamento e análise da técnica do movimento com Haichi Acamini em Buenos Aires-Arg-1999/2000. Licenciada em Artes Visuais pela FAP- 2008.

 

Prêmios e títulos recebidos;
Foi “Bicho do Paraná” -1996.
2° lugar no Concurso “Lê Chausson d’or” – Paris-1995.
2° lugar no concurso “Valencienes” – Valencienes-1995.

 

De 2001 a 2016 integrou o Balé Teatro Guaíra, dançando obras de coreógrafos como Roseli Rodrigues, Mliko Sparemblek, Vasco Welleenkamp, Ana Vitória, Tindaro Silvano, Luiz Arrieta, Henrique Rodovalho, Luiz Fernando Bongiovanni, Félix Landerer, David Zambrano, Olga Roriz ,Rui Moreira, Carmen Jorge , Airton Rodrigues, Gustavo Ramires Sansano.

 

Atualmente ministra aulas na sede Petit Ballet Pinhais e no convênio do Graciosa Country Clube.

MARIAH.jpg

Mariah

É pós-graduada em Antropologia Cultural pela PUC – PR, graduada pelo curso de Bacharelado e Licenciatura em Dança da UNESPAR e possui certificação em Pilates Matwork pela DeMarkondes Pilates de Curitiba no método Physicalmind Institute. Estudou ballet clássico por 14 anos em Araçatuba-SP, nas escolas Escalada Ballet e Academia de Dança Ana Elisa Antunes. Participou por três anos consecutivos da Cia Estável Promodança dançando, por exemplo, os balés “A Bela Adormecida”, com adaptação e direção de Jair Moraes, “Mascarade” de
Eduardo Bonnís e “Desfile de Carnaval” de Alex Martins. Em 2009 recebeu o título de Solista Jr A Regional do Elenco Cia Estável. Em 2010 ganhou o prêmio de “Bailarina Revelação” pelo 14º DANÇARTE Festival de Dança.


Como bailarina, participou de diversos festivais no Estado de São Paulo, como o XI Festival de Dança de Barra Bonita em 2006; Livre Espaço para Dança em 2009; Mapa Cultural Paulista em 2010; PiraDança – Piracicaba em 2010; Festival Som, Luz e Dança, 2010; 4º Encontro Coreográfico de Guarulhos em 2012.

 

Fez cursos na área da dança com diversos nomes importante do cenário da dança. Hoje ministra aulas na Sede do Petit Ballet Juvevê.

Antonella

Professora de ballet clássico, iniciou seus estudos em 1995 no Petit Ballet, mesma escola em que se formou em 2005, quando também passou a integrar o Corpo de Baile. Realizou cursos de aperfeiçoamento  na Escuela Nacional de Ballet de Cuba (ENBC), Broadway Dance Center em Nova York e com Dorit Koppel em Curitiba.

Como estudante e membro do Corpo de Baile, participou das montagens de ballets como O Corsário, Don Quixote, La Bayadère, O Quebra Nozes, Giselle, o Ser, entre outros, e da Gala de Ballet 2013. Nestas ocasiões, teve a oportunidade de dividir os palcos com grandes nomes do ballet mundial, como Paloma Herrera, Angel Corella, Marcelo Gomes (ex-primeiros bailarinos do American Ballet Theatre - ABT) e Cory Stearns, Daniil Simkin e Isabella Boylston (atuais bailarinos do ABT).

 

Em 2016, apresentou-se na Flórida no Disney Performing Arts e também no Universal Orlando Resort’s STARS Performance Program. Nesta ocasião, também realizou o workshop  Dance Technique Ballet at the Walt Disney World Resort.

Atualmente, é professora, ensaiadora e coreógrafa no Petit Ballet e também no convênio com o Faz de Conta. Em 2016, tornou-se sócia-proprietária da sede Juvevê do Petit Ballet.

Savana

Professora de ballet clássico, graduanda em Dança na Faculdade de Artes do Paraná, 12 anos de experiência lecionando com crianças, conhecimento em Artes Cênicas, Fotografia, Música e Libras e ministrando aulas de ballet clássico em inglês.

 

Formação

Cursando Dança na Faculdade de Artes do Paraná - FAP

 

Curso de Formação de Atores  – Escola Livre de Teatro - Realizado no período de 2000 a 2002 (1140 horas).

Ciclo completo do curso de ballet clássico da Academia Petit Ballet, terminado em 2005.

 

Cursos complementares: 

Oficinas de Treinamento para Intérpretes da Língua Brasileira de Sinais realizado em 2000 (60 horas).

Participação nos Festivais de Dança de Joinville fazendo cursos e assistindo a palestras (Curso de Metodologia do Ballet Clássico e Seminários em arte-educação).

Oficina de Expressão Corporal – Corpo Teatral

Oficina Música, Ritmo e Movimento (20h) realizado em Curitiba (2006).

Cursos de violão e piano

 

 

Experiência

2002 - Ingresso no corpo docente da Academia de Ballet Clássico Petit Ballet. 

Participação em grandes ballets de repertório tais como: A Bela Adormecida, Cinderela, O Quebra Nozes, O Lago dos Cisnes, Peter Pan, Uma Volta ao Mundo, As Quatro Estações, O Corsário, O Mágico de Oz, entre outros. 

Vasta experiência com crianças. Atualmente lecionando nas Escolas: International School of Curitiba e Little Kids.

Joyce

Iniciou seus estudos no ballet clássico aos 11 anos no Projeto Abrindo Caminhos com Bianca Cassilha como professora, após um ano de aulas ganhou uma bolsa integral no Petit Ballet. Teve aulas com Luciane Fumagalli, Rita de Cássia Monte Correia e Juliana Ferreira.

Atua como membro do corpo de baile desde 2012 e se formou em 2013 no Petit Ballet.

Participou de diversos ballets como Don Quixote (com os renomados bailarinos Paloma Herrera e Cory Stearns), Gala de Ballet 2013 (Com Daniil Simkin e Isabella Boylston) , O Quebra Nozes, Giselle (com Jovani Furlan), O Ser, A Bela Adormecida, entre outros. Em 2012 realizou curso com Dorit Koppel e também realizou cursos e aulas de aperfeiçoamento com Alexandre Scupinari.

Em 2015 entrou para o corpo docente do Petit Ballet, dando aulas no colégio Anjo da Guarda, na Sede Petit Ballet Batel para baby class e no International School of Curitiba também para turmas de Baby Class.

 

Atualmente ministra aulas na sede Petit Ballet Batel e dirige a filial do Petit Ballet de São José dos Pinhais juntamente com Savana Zavaski.

Iniciou seus estudos de Ballet Clássico no Petit Ballet em 1984 se formou em 1992. De 1992 a 1996 foi membro do corpo de baile Pré-Profissional da Escola. Participou de todos os Festivais Nacionais de Ballet Clássico de Curitiba realizados de 1991 a 1997. Em 1992 fez curso de ballet em Nova Iorque no David Howard Dance Centre. Participou de diversos ballets, como Paquita, Giselle, La Bayadère, O Ser, entre outros. Compõs o corpo docente da Escola de 2008 a 2012 adulto e infantil.

 

É professora e psicóloga com especializacao infantil. Em 2018 se torna sócia-responsável da sede Pinhais do Petit Ballet e retorna ao corpo docente como professora e ensaiadora. Em 2019 se torna contratada e coordenadora do convênio do Graciosa Country Club.

Caroline

Iniciou seus estudos de Ballet Clássico no Petit Ballet em 1984 se formou em 1992. De 1992 a 1998 foi membro do corpo de baile Pré-Profissional da Escola. Participou de todos os Festivais Nacionais de Ballet Clássico de Curitiba realizados de 1991 a 1997, além dos festivais em Joinville. Participou de diversos ballets, como Paquita, Giselle, La Bayadère, Lago dos Cisnes, Corsário, O Ser, entre outros. Foi professora durante todo o período que fez parte do Corpo de Baile, dando aula para níveis iniciais (baby class) além de níveis básico e intermediário. Formada em administração de empresas, mas sempre teve a dança como hobby favorito. Nunca se distanciou do ballet.

 

Em 2018 se torna sócia-responsável da sede Pinhais do Petit Ballet e retorna ao corpo docente como professora e ensaiadora. Em 2019 se torna contratada e coordenadora do convênio do Graciosa Country Club.

Melissa

Giovanna

Bailarina clássica, dança de salão, musical theatre e FitDance.

Iniciou seus estudos no Petit Ballet em 1994, teve aulas com Rita de Cássia Monte Correia, Luciane Fumagalli e Francine Benthien da Rosa Marques. Em 2003 fez curso de aperfeiçoamento na Broadway Center de New York e se formou pelo Petit Ballet no mesmo ano. Fez parte dos Corpos de Baile da escola nos níveis Mirim, Júnior e Profissional até o ano de 2005.

Em 2009 iniciou estudos na dança de salão pela Casa de Dança Tatiana Asinelli em Curitiba. De 2010 a 2015 fez parte do Corpo de Baile da escola e atuou como professora. Em 2015 deu aulas de forró e samba de gafieira em Montréal, Canadá.

Em 2014 iniciou a lecionar ballet clássico em inglês para escolas bilíngues e posteriormente em 2015 já ingressou o corpo docente do Petit Ballet, lecionando para vários níveis.

Bacharel em Relações Internacionais em 2010, atualmente cursando Bacharelado em Educação Física na Universidade Positivo e já atuando em academias da cidade com aulas de danças em geral.

Iniciou seus estudos no Petit Ballet em 2006, Se formou pelo Petit Ballet em 2016, ministra aulas para crianças a partir de 3 anos de idade. Hoje compõem o Corpo de Baile do Petit Ballet, aonde dançou O Lago dos Cisnes, Don Quixote entre outras produções da companhia.

Maria Eduarda

06.jpg

Iniciou seus primeiros passos no mundo da dança pelo Folclore Ucraniano aos 7 anos. Já no Petit Ballet o início foi em 2004 aos 13 anos. Teve aulas com as professoras Rita de Cássia Monte Correia, Luciane Fumagalli e Francine Benthien da Rosa Marques. Após 3 anos de estudo na Escola, a diretora Rita o levou a Nova Iorque para tentar uma bolsa de estudos na maior escola de Ballet clássico dos Estados Unidos, The School of American Ballet. Ele foi aprovado logo após sua audição com bolsa integral. 
 
Logo após sua formatura do SAB em 2010, Alexandre foi selecionado para integrar a companhia de Los Angeles na Califórnia. Lá dançou inúmeros Ballets de repertório como Giselle, o Quebra Nozes, entre outros.
 
Junto com a companhia de Los Angeles ele foi convidado para dançar com algumas companhias dos Estados Unidos como: Ballet Academy East, Ballet NY, Sacramento Ballet e Ballet San José. Também foi convidado para dançar com a Companhia principal de Costa Rica.
 
Agora ele faz parte do corpo docente do Petit Ballet além de ser bailarino da Escola.

Alexandre

O método, nossa proposta de ensino

O Petit Ballet segue o método francês do ensino do ballet clássico, adaptado conforme os princípios da escola da Ópera de Paris. Esta metodologia acompanha a diretora e professora da academia, Rita de Cássia Monte Correia, desde seus tempos de bailarina profissional, quando aprendeu e desenvolveu a técnica.

 

É um estilo que insiste, com muita elegância e suavidade, em movimentos graciosos em detrimento da técnica perfeita. É aquele ballet dançado, gostoso, que leva mesmo o corpo para outra atmosfera ao fundir dança e mímica.

Para reconhecer um bailarino do método francês é só observar sua fluidez e elegância nos palcos e aulas, e até no jeito de se movimentar em tarefas normais.

 

Este método de ballet também é caracterizado por sequências muito rápidas, que às vezes parecem um movimento só. A rapidez dos passos dá a ilusão de bailarinos deslizando suavemente e sem esforço no chão. Por causa dos aspectos românticos do estilo, a música é tocada mais lentamente do que nos outros estilos de ballet.


As aulas procuram inspirar a confiança física e mental, com exercícios que respeitam os limites de cada aluno. Exercita-se a postura ideal ao corpo e ao crescimento das crianças, na busca de um desempenho eficiente e agradável.

 

A Escola da Ópera de Paris

A escola de Ópera de Paris tem quase 300 anos de história, a mais antiga do mundo ocidental e é, reconhecidamente, o berço da dança acadêmica clássica mundial. Muitos de seus alunos têm como destino a companhia, que reúne um dos melhores corpos de baile do mundo.

Um pouquinho do que nós já fizemos...

Festival Nacional de Ballet Clássico de Curitiba
De 1991 à 1997 o Petit Ballet promoveu o Festival trazendo o melhor do ballet clássico para Curitiba.Vieram grupos expoentes de todo o Brasil e convidados especiais como Ana Botafogo e Cecília Kerche.Foi um evento de grande importância para o cenário da dança no Brasil.O último Festival contou com a participação dos primeiros bailarinos do teatro Colón de Buenos Aires, Karina Olmedo e Alessandro Parente.

Gala de Ballet
Em 1999 e 2000 foram realizadas duas galas de ballet com artistas internacionais.Na primeira gala se apresentaram juntamente com O Corpo de Baile do Petit Ballet ,bailarinos do Teatro Colón de Buenos Aires entre eles Hernán Piquin. Na segunda, vieram os solistas da Ópera de Paris ,Melanie Hurell e Hervé Courtain .Nessas galas foi apresentado os ballets "Carmen", "La Bayadère" e Pas de deux de Tchaikovsky.

Curso de ballet
Em 1996 e 1999 o professor da escola da Ópera de Paris, Bertrand Barena ministrou aulas e ensaios para o Petit Ballet. Seu comentário sobre o Petit Ballet foi publicado no jornal Gazeta do Povo enfatizando a excelência do trabalho da escola e do Corpo de Baile.


Em 2007 foi a vez de Dorit Koppel, professora ilustre de N. York, trabalhar com os alunos do Petit Ballet por uma semana. Também ficou impressionada com o potencial da escola.

Principais espetáculos
O Corsário 2001 com a participação de Marcelo Gomes, primeiro bailarino do ABT de N. York.

O Corsário 2008 com as estrelas internacionais do American Ballet Theatre de N. York, Paloma Herrera, Marcelo Gomes e Angel Corella. Foi o grande marco do Petit Ballet.

O Quebra-nozes 2009 com Marcelo Gomes primeiro bailarino do ABT e mais alunos do Teatro Bolshoi do Brasil dentre eles Jovani Furlan.

Alguns SUCESSOS que saíram do Petit Ballet...

Um grande celeiro de talentos. Nestes mais de 30 anos de história, o grande objetivo do Petit Ballet sempre foi desenvolver e estimular os potenciais técnico e artístico de nossos alunos.

Muitos bailarinos se destacaram em competições nacionais e internacionais e tiveram a oportunidade de participar de cursos em cidades como Nova Iorque e Paris, onde a escola mantém parceria.

Alexandre Scupinari

Iniciou seus estudos de ballet no Petit Ballet e acreditando no seu enorme talento, a professora e diretora Rita, o levou para fazer uma audição em N. York. Foi aprovado e conseguiu, então, uma bolsa de estudos na S.A.B (School of American Ballet). No ano de 2010 formou-se com louvor e recebeu muitos elogios dos professores. Foi então contratado pelo Los Angeles Ballet como bailarino profissional.

 

Agora está novamente no Brasil onde foi contratado pelo Petit Ballet como bailarino, professor e assessor da diretora Rita.

Luciano Lazzarotto

O cast aconteceu em Nova Iorque e reuniu mais de 400 dançarinos e cantores de diversas regiões dos Estados Unidos para a vaga do papel conhecido como "mestre dos escravos" (slave master), o principal personagem para um bailarino na montagem, conquistado por Luciano.

"Quando soube qua havia sido escolhido perdi o chão, pois achava que seria impossível. Eram muitos profissionais de alto nível, lutando pelo papel, sem contar o nervosismo de dançar e cantar na frente de uma banca composta por pessoas do mais alto gabarito", diz Lazzarotto.

O teatro do Hotel Venetian, que foi totalmente reformado para o musical, teve um investimento de cerca de US$ 40 milhões. A rotina do bailarino não é nada fácil, as apresentações ocorrem de segunda a sábado.

A coordenação da montagem é do diretor Hal Prince, veterano profissional da Broadway, que ganhou mais de 20 prêmios Tony (o Oscar do teatro americano).

Sonho americano

 

Após quase dez anos morando nos EUA e com experiência em diversas companhias do país, como Cincinatti Ballet, San Francisco Ballet e Opera, Louisville Ballet, Luciano garante que este é o melhor momento da sua carreira. "É uma fase muitoespecial. Eu sempre fiz teatro e dança em Curitiba, o meu sonho ao vir aos Estados Unidos era justamente aliar essas duas artes. E nada mais apropriado do que uma peça da Broadway", diz.

Luciano começou a dançar aos 12 anos na academia Petit Ballet, em Curitiba, e logo chamou a atenção da diretora da escola e da companhia, Rita de Cássia Monte Correia, que promoveu o garoto a sua principal turma. Depois de se formar bailarino clássico no Brasil, embarcou para a América com a ambição de trabalhar como dançarino. "Foi preciso quase uma década de dedicação e trabalho para eu alcançar os meus objetivos. Adquiri maturidade, disciplina e ampliei a minha técnica, a partir das diferentes experiências que tive. Agora pretendo me arriscar como um artista mais pleno, aliando dança, interpretação e canto e, pretendo investir nessa minha nova carreira", admite.


A escolha do bailarino curitibano para compor o cast do espetáculo é fato inédito, principalmente em se tratando do time principal de artistas de um espetáculo da Broadway, uma conquista que Luciano não se cansa de comemorar. Atualmente ele está em turnê com a mais nova produçáo do "Fantasma" viajando por todo os Estados Unidos.

Stanley Anacxagoras

Desde que iniciou seus estudos de ballet no Petit Ballet a prof. Rita ficou extasiada com suas condições físicas e apostou no seu talento para levá-lo para N.York. Lá recebeu  uma bolsa de estudos no Manhatan Youth Ballet estudando com François Perron. Foi trainee na School South Carolina preparando-se para audições e se profissionalizar. Seu talento e condições técnicas tem sido admiradas por seus professores nos EUA como  já previa a prof Rita .

 

Voltando ao Brasil formou-se na Escola do Tearto Bolshoi no Brasil em 2012 e trabalha como professor e bailarino Cia Teatro Carlos Gomes de Blumenau.

A próxima história pode ser a sua...