A importância do Ballet para as crianças

A importância do Balé no crescimento cognitivo e físico da criança.


Aqui nesta matéria retirada da revista "O Farroupilha" tem uma boa explanação da importância do Balé na vida da criança. Em suas várias fazes e idades é mostrado de maneira simples a influência cognitiva, social, psicológica e e desenvolvimento físico da bailarina.
Acompanhem então e adquiram mais conhecimento dessa forma sobre a importância da dança como um todo na sociedade.

 

Por volta dos 3 anos
O ballet é importante na iniciação ao movimento, descoberta do Eu, na aquisição de disciplina mesmo a brincar e contextualização da entrada numa sala de trabalho criativo, a sala de Ballet.

 

Entre os 4 e os 5 anos
Nesta fase as crianças desenvolvem mais o equilíbrio e lateralidade. Apercebe-se bem do trabalho em conjunto e das regras que essa situação transporta. A disciplina adquire um registro mais relacionado com o autocontrole. A criança valoriza-se de outra forma, sente-se mais confiante como pessoa e passa a aceitar as mudanças em sua vida.

 

Entre os 6 e os 9 anos
Com a iniciação a um estágio mais avançado do Ballet, o trabalho de barra torna as crianças mais assertivas, o que transportado para a vida prática se torna numa ferramenta muito útil para o alcance de objetivos. É valorizada a colocação postural o que previne situações ortopédicas menos agradáveis de futuro, uma vez que as crianças se habituam a manter as costas direitas e barriga
contraída. As bailarinas adquirem uma grande maturidade nesta fase o que tem influência a nível organizacional nas suas vidas.

 

Entre os 10 e os 12 anos
Nesta altura as crianças já tem noção do espírito de sacrifício que tem de ter em prol dos seus objetivos. As crianças nesta fase tomam conhecimento da humildade não descuidando da auto- estima, esta que está aumentada pelo fato de dançarem Ballet. Há potenciação de acessos criativos na medida em que começam a sugerir passos, baseados nos seus conhecimentos e que podem contribuir para a arte cênica do espetáculo que vão apresentar. Nesta fase começa a iniciação do Ballet avançado, a preparação para o trabalho de pontas como um diferencial no desenvolvimento.

 

Entre os 12 e 14 anos
Nesta idade transitiva entre infância e adolescência a bailarina tem metas que pretende atingir como pessoa. É certamente portadora de um físico saudável, uma postura correta e alguma desenvoltura. Chegando a este estágio há aperfeiçoamento da técnica de pontas e expansão criativa. A bailarina têm uma sensibilidade artística diferente e capacidade de trabalhar em palco. É
importante esta abertura em público para eventuais situações de protagonismo em discursos que a vida possa trazer assim como o nível da concentração. A bailarina encontra-se preparada para tomada de decisões, entre as quais o que pretende fazer no seu futuro.

Sede BATEL

Rua Vicente Machado, 1670, Batel, Curitiba, PR

Tel.: (41) 3342-4268

Cel.: (41) 9 8900-9624

E-mail: rita@petitballet.com.br

Filial PINHAIS

Rua Vinte e Cindo de Agosto, 518 - Sl03
(41) 3150-6006    
petitpinhais@gmail.com 

Filial JUVEVÊ

Rua Paraguassu, 818, Juvevê, Curitiba, PR

Tel.: (41) 3053-9813

Cel.: (41) 9 9239-2217

E-mail: petit.juveve@gmail.com

Filial SÃO JOSÉ DOS PINHAIS

Rua Cruz Machado, 95, São José dos Pinhais, PR

Tel.: (41) 9 9137-8865
Tel.: (41) 3587-9811

petitballetsjp@gmail.com

Petit Ballet - Todos os Direitos Reservados - 2017 / 2020